A claraboia é uma abertura que fica no alto da edificação que permite a entrada de luz ou a passagem de ventilação. Existem diversos formatos, desde circular ou uma abertura quadrada no alto vedada por um vidro ou plastico semitransparente. Ilumina 8 vezes mais que uma janela do mesmo tamanho. Pode ser implementada em qualquer projeto arquitetônico, seja ele residencial, comercial, corporativo ou industrial. Claraboias, domus, átrios, sheds ou lanternins são os nomes utilizados para definir os tipos de abertura de luz e de ar.

Opções de instalação 

Onde posso instalar ?

A claraboia pode ser instalada em qualquer um, quarto, banheiro, cozinha, ou jardim. Mas é importante escolher um material bom e de qualidade, resistente e que não ceda pela ação do sol,

Exemplo: vidros temperados, jateados, laminados e leitosos.

Acrílico: Tem opção com proteção UV do vidro, colorido, é o material mais econômico.

Lexan: parece com o acrílico, mas é mais resistente ao vento.

Vidro laminado: não usado em claraboias de cúpula, são resistentes.

O ideal é que ela seja colocada já no projeto da edificação, instalar ela pós-obra pode ser delicado, poderá abalar as estruturas da construção, e facilitará o aparecimento de problemas.

Tipos

Claraboia tubular: Sua abertura é parecida com uma saída de luz, por dentro do tubo existe um material que irá refletir a luz do sol captada do exterior. Não favorece a ventilação.

Claraboia fixa: não possui abertura, só permite a entrada de luz em um ambiente.

Claraboia ventilada: pode-se usar um controle, manivela ou automaticamente para abri-la, ajuda a controlar a temperatura interna do ambiente.

Modelos

  • Plana – Modelo comum, um quadrado com vidro.
  • Cúpula – O vidro é arredondado, formando uma cúpula.
  • Pirâmide – Vidros projetados para fora do telhado formando uma pirâmide.

Fonte fotos: 1/2/3 : 4/5/6: 7/8/9

 

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquitetura e design