Arquitetura, Decoração e Lifestyle

Sobre travesseiros

Sobre travesseiros

Hoje decidi falar sobre travesseiros, esse será meio que um manual que dará dicas do que você deve saber antes de comprar o modelo perfeito. Já falei sobre camas e colchões então nada mais justo completar o combo da cama perfeita falando sobre esse companheiro do sono. O travesseiro perfeito deve adaptar-se ao corpo e contribuir para uma boa noite de sono. Na hora de fazer sua escolha fique atento à posição em que se dorme e a altura do travesseiro. Quanto ao material depende do seu gosto e necessidade pessoal. Se você for alérgico, verifique se há proteção contra ácaros, fungos e bactérias e se os outros matérias que há no produto não causarão alergia. Se você transpira muito durante a noite, verifique o conforto térmico do produto.

Qual é o melhor travesseiro ?

Depende da forma que você dorme. Essas perguntas devem ser respondidas:

  • Para quem é ?
  • Qual é a idade e tamanho?
  • Qual é a posição que essa pessoa dorme ?
  • Essa pessoa sente alguma dor?
  • Tem alguma alergia?

Dorme de barriga para cima ?

A escolha é um travesseiro baixo ou de altura média, cuidado para que seu pescoço ou coluna não ficarem encurvados. O espaço entre a cervical e a nuca deve ficar preenchido, para evitar dores no pescoço. Pode escolher travesseiros macios, de plumas e penas de ganso, pois são de altura média a baixa. É ideal que nesta posição os joelhos estejam semiflexionados e com um travesseiro ou um rolinho embaixo deles.

Dorme de lado ?

Travesseiros de altura média é a melhor opção. Ele deve se encaixar perfeitamente entre a cabeça e o colchão, Sendo assim formando um ângulo de 90 graus no pescoço. Prefira os travesseiros de poliuretano ou espuma compacta porque não são muito macios.

Dorme de barriga para baixo ?

Não é a posição aconselhada por médicos e especialistas, por que prejudica a coluna cervical e forçar a musculatura do pescoço. Mas se não tem jeito, é utilize dois travesseiros bem baixos, sendo um para a cabeça e outro embaixo do abdômen, na altura da curvatura da cintura.

Dorme em todas essa posições ? 

Escolha uma opção que possui regulagem de altura, podendo ser adaptado exatamente ao seu gosto e necessidade durante o sono. Porque possui três camadas internas que podem ser adicionadas ou removidas, são quatro opções de altura, fazendo com que o travesseiro fique na altura que você deseja, ele proporciona o suporte ideal para alinhar os ombros e o pescoço, seja qual for a sua posição ao dormir.

Mais informações ? entre nessa matéria do blog acordar feliz

Revestimento dos travesseiros 

Em geral essas 3 opções são a mais usadas.

Poliéster

Tecido resistente e prático, seca rápido quando lavado. Possui estrutura flexível e de baixo custo. Porem você pode sentir uma maior sensação de calor, esse tecido dificulta a passagem de ar, e ele ainda tem menor durabilidade.

Existem variações dele, como:

  • Malha especial de poliéster
  • Poliéster multifilamento
  • Poliéster com tecnologia Frostygel e Hikoflex
  • Poliéster fiado com acabamento Toque de Rosas
  • Poliéster fiado com acabamento Ponto de Prata

Em geral essas variações tentam combater as desvantagens, então vale a pena pesquisar.

Algodão

É de origem natural, leve, absorvente e respirável, boa sensação térmica e boa durabilidade.

Veja as variações abaixo:

  • Percal 200 fios
  • Malha de algodão

Viscose

Originada da celulose, também é leve, com boa circulação de ar e é biodegradável. Atenção: após lavagens em água quente, o tecido pode encolher ou alargar.

 

Tipos de travesseiro 

1- Plumas ou penas de ganso

São os mais caros, macios, maleáveis e leves. Evitam o acúmulo de calor internamente, já que as penas e as plumas permitem uma troca constante de ar. Ao comprar observe se a marca possui proteção antimicrobiana, pois se não tratadas, as penas tornam-se um ambiente propício ao desenvolvimento de fungos e bactérias. A validade 10 anos.

2- Espuma de látex

Confortável e possui um toque aveludado o fato de ter espuma perfurada que favorece a ventilação, diminui a chance de desenvolver micro-organismos e mantem sempre uma temperatura fresca. A estrutura ainda permite que volte à sua forma original depois de consecutivas deformações.

3- Espuma viscoelástica

Conhecido como travesseiro da NASA, ele possui espuma amoldável ele é termossensível e se adapta ao contorno e temperatura da cabeça, exerce uma menor pressão nas áreas mais quentes e facilita a circulação sanguínea.

4- Flocos de espuma

Feito de espuma comum, cortada em flocos, consequentemente isso melhora a circulação de ar e os travesseiros ficam mais macios. Smepre verifique se ele fica firme sem espalhar para os lados.

5- Espuma de poliuretano (ou espuma compacta)

São travesseiros de composição mais firme, não cedendo muito ao peso da cabeça, o que é uma ótima pedida para quem dorme de lado. Por outro lado, além de ser um material inflamável, o poliuretano que compõe o travesseiro também pode afetar a tiroide com a exposição direta ao tipo de material.

6- Espuma com molas

As molas nesse caso, permiti uma maciez adequada que não deforma facilmente. É antiácaros, fungos e bactérias.

7- Microfibra (poliéster)

Leve e flexível, feito para quem não gosta de travesseiros pesados. Desvantagem: como é feito de material sintético, ele aquece. Absorve o calor transferido pelo corpo ou pelo ambiente.

8- Silicomfort

É uma nova tecnologia em espuma, exclusivo do fabricante Fibrasca, é macio, mas com uma sustentação. O enchimento dele possui toque macio e estrutura aerada, permite a passagem de ar, é lavável, e pode ser centrifugado e secar em máquina.

9- De fibra 

Macios, leves, volumosos e vendidos por um preço bom. São produzidos artificialmente para imitar a pluma e ter a resiliência e toque de silicone. Tem opções laváveis em máquina, isso aumenta a durabilidade ao produto. Porem dura menos que os de espuma então sua durabilidade máxima é de 2 anos mesmo.

Cuidados
• Evite dormir com os cabelos molhados.
• Nada de travesseiros guardados em armários ou embaixo das cobertas. O ambiente deve ser arejado, assim ele irá ser conservado da melhor forma. ps: Não o deice na luz solar direta pois facilita a proliferação de bactérias.
• Utilize capa protetora impermeável, pois prolonga a vida útil do travesseiro, reduz acúmulo de resíduos e facilita a limpeza.
• Se for lavável, siga o que o fabricante recomenda e lave pelo menos 2 vezes ao ano.

* Depois dos dois anos de uso, o travesseiro é o lugar favorito de ácaros, fungos e bactérias,  um travesseiro sem proteção antimicrobiana depois de 2 anos tem 25% do seu peso dele é formado por ácaros vivos, mortos e as fezes deles. #ECA

Alem de ficar pesado, ele demora para voltar para o lugar após dobrado, então fique de olho.

Ideal para homens: modelos indicados são o silicomfort, látex e viscoelástico. Eles ajudam em certos problemas como apneia e ronco.

Espero que essas dicas ajudem vocês a escolher bem e dormirem com travesseiros maravilhosos.

Fonte fotos: 1/2/3/4

1


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *